Ação Social

Ação Social

“Tudo quanto quiserdes que as pessoas vos façam, fazei-o vós a elas” (Jesus)

É hábito chamar-se acção social aos programas e às ajudas que, em geral, são complementares às prestações de assistência que proporciona o Estado, embora também exista a acção social estatal.
Neste sentido, a acção social tem como custom academic essay writing principal objectivo satisfazer necessidades básicas que, por variados motivos, um grupo da população não consegue satisfazer. Deste modo, a acção social pode estar destinada a promover a educação ou a distribuir alimentos, por exemplo.
Por outro lado, a acção social também aparece em momentos específicos, perante catástrofes naturais ou situações de emergência. Uma província que sofra com a seca pode ser destinatária da acção social do resto do país. O mesmo se aplica no caso de uma nação que esteja em guerra, podendo vir a usufruir do apoio dos seus países vizinhos no sentido de ajudar a população civil afectada pelo conflito.
Noutros termos, este tipo de acção business law research paper topic ideas pretende transformar o estado das coisas para alcançar outro estado com maior qualidade de vida.
A acção social visa o bem comum e não procura satisfazer interesses
Iniciámos no último trimestre de 2015 a prática da vertente social, com a distribuição de cabazes alimentares, tendo os alimentos sido recolhidos entre os trabalhadores e frequentadores da Casa. A oferta pode estender-se a outros bens, sempre que solicitados.

A entrega tem sido acompanhada pela transmissão de conhecimento espírita, imprescindível para o despertamento espiritual e compreensão da vida.

Lembremo-nos do ensinamento de Allan Kardec:

“ Sem caridade não há salvação”

barra - Centro

Associação Luz, Paz e Amor – Centro Espírita

Praceta Evaristo Silva, Bloco B, Cave nº13, Hilarião

2560-374 Torres Vedras

Telem.:918326985/966794648