DIJ – Departamento de Infância e Juventude

Slide - Centro 08

“Hoje é a oportunidade ditosa para depositar sementes no solo dos corações. Amanhã será o dia venturoso de colherdes os frutos da paz” (Francisco Thiesen)

A evangelização é um processo educativo.

Com a evangelização infanto-juvenil, pretende-se levar às crianças e aos jovens os ensinamentos de Jesus, para que amanhã venham ser homens de bem.

(…) Procurem-se em todas as partes do organismo social, da família aos povos, da choupana ao palácio, todas as causas, todas as influências que, ostensiva ou ocultamente, excitam, alimentam e desenvolvem o sentimento do egoísmo. (…) Contudo, ela [a cura] só se obterá se o mal [o egoísmo] for atacado em sua raiz, isto é, pela educação, não por essa educação que tende a fazer homens instruídos, mas pela que tende a fazer homens de bem. A educação, convenientemente entendida, constitui a chave do progresso moral. Quando se conhecer a arte de manejar os caracteres, como se conhece a de manejar as inteligências, conseguir-se-á corrigi-los, do mesmo modo que se aprumam plantas novas. Essa arte, porém, exige muito tacto, muita experiência e profunda observação. […] Faça-se com o moral o que se faz com a inteligência e ver-se-á que, se há naturezas refractárias, muito maior de que se julga é o número das que apenas reclamam boa cultura, para produzir bons frutos.

Kardec, Allan. Livro dos Espíritos. Comentário à questão 917.

(…) O Espiritismo é, essencialmente, uma doutrina de educação. Não foi por outra razão que a Divindade preparou adequadamente o Professor Rivail, sob a sabedoria de Pestalozzi, para que, mais tarde, soubesse encaminhar a Codificação ao seu superior destino na construção da sociedade feliz, utilizando-se dos avançados métodos pedagógicos então vigentes. (…)

Entrevista com Vianna de Carvalho (Espírito), 2007.

(…) À Evangelização Espírita Infanto-juvenil cabe a indeclinável tarefa educacional de preparar os futuros cidadãos desde cedo, habilitando-os com as sublimes ferramentas do conhecimento e do amor para o desempenho dos compromissos que lhes cumprirá atender, edificando a nova sociedade do amanhã. (…)

Entrevista com Vianna de Carvalho (Espírito), 2007.

(…) Cabe-nos contribuir em favor da iluminação das consciências em desenvolvimento e do carácter das gerações novas, mediante os lúcidos conhecimentos espíritas, fomentando-lhes a paz e a conduta recta, de modo que a violência e os impulsos que procedem do passado – as más inclinações, conforme os conceitua o preclaro codificador -, transformem-se em atividades educacionais prioritárias. Logo depois, deve-se fomentar a compreensão e o auxílio da família, a fim de que o lar seja realmente a escola de edificação moral, onde os exemplos predominem em relação às teorias oferecidas pela Doutrina Espírita. Manter esse intercâmbio entre o lar e o educandário espírita é de fundamental importância, para que as lições aprendidas no Centro Espírita sejam confirmadas na vivência doméstica. (…)

Entrevista com Divaldo Franco, sob inspiração de Bezerra de Menezes – 2011/2012

(…) Tudo o que germina, germina duma semente. Tudo o que evolve, evolve dum germe ou embrião. Não podemos esperar que aflorem na alma da mocidade qualidades nobres e elevadas sem que, previamente, tenhamos feito ali a sua sementeira.

Informa-me Joanna de Ângelis [diz Divaldo Franco] que, na condição de pais e orientadores, temos a preocupação de oferecer a melhor alimentação aos filhos e aos nossos educandos; favorece-los com o melhor círculo de amigos; vesti-los de forma decente e agradável; encaminhá-los aos melhores professores, dentro da nossa renda; proporcionar-lhes o mais eficiente médico e os mais eficazes medicamentos quando estejam enfermos; conceder-lhes meios para a manutenção da vida; encaminhá-los na profissão que escolham… É natural que, também, tenhamos a preocupação maior de atendê-los com a melhor diretriz para uma vida digna e um porvir espiritual seguro, e esta rota é a Doutrina Espírita. Portanto, encaminhemo-los às Escolas de Evangelização dos Centros Espíritas, ou, do contrário, não estaremos cumprindo com as nossas obrigações.

Educar o homem do futuro é a missão primordial do homem do presente. O homem do futuro pode viver desde já construindo a ponte de acesso aos novos tempos.

barra - Centro

Associação Luz, Paz e Amor – Centro Espírita

Praceta Evaristo Silva, Bloco B, Cave nº13, Hilarião

2560-374 Torres Vedras

Telem.:918326985/966794648